Home » Nosso Club » O caminho continua: O Rotary está condenado a crescer

O caminho continua: O Rotary está condenado a crescer

Rotary está condenado a crescer.

Informação Rotária – Reunião de 31  de agosto de 2010

6611842_HtWAY

“Se quisermos nossa organização ativa e útil à humanidade, prestando serviços, divulgando e praticando o postulado de alcançar a paz como conseqüência do estabelecimento de relações mutuamente benéficas, é preciso manter um quadro social forte e atuante”. (Eliseu Visconti Neto).

“Se a população está em constante crescimento, é necessário que o Rotary também cresça, pelo menos no mesmo ritmo do desenvolvimento populacional. É por isso que a conquista de novos sócios apresenta-se como estratégica imprescindível. Além disso, uma organização pouco representativa atrairá menos  interessados. Ninguém se sente motivado a se juntar a um grupo fracassado, pois o orgulho de figurar numa equipe forte é um dos  fatores importantes que levam as pessoas a aderir a um grupo.

PONTOS NEGATIVOS:

. O excesso de protocolos, cerimoniais, palmas e elogios mútuos durante as reuniões. Os mais jovens sentem-se enfadados e não têm paciência para xaropadas e formalismos exagerados, e estariam mais à vontade se as reuniões fossem mais despojadas e leves;

. Uma informação rotária fraca, pouco didática e repetitiva. Há companheiros que vão à tribuna e contentam-se em ler o “ABC do Rotary” e o “Manual de Procedimento” ou qualquer literatura, de forma mecânica e insossa. Acaba que ninguém dá atenção – e um instrumento fundamental como doutrinação cai no vazio. Mensalidades altas, que dificultam a adesão dos mais jovens (que estão começando sua vida profissional) e dos familiares, pois isso acarretaria um ônus pesado no orçamento. Além da mensalidade, existe ainda um desagradável hábito de correr listas de contribuições, rifas e convites para festejos, o que afugenta muitos sócios;

. Os projetos nem sempre contam com a participação dos sócios, e nem sempre são do seu conhecimento;

. O companheirismo fica muito restrito às reuniões, sem que se aprofundem laços interativos mais fortes entre os sócios;

“É preciso rever essas práticas com inteligência e coragem, pensando num Rotary que entra em seu segundo século exigindo mais dinamismo”.

O autor é o comp. Eliseu Visconti Neto,sócio do RC de P. Prudente-Leste – D.4510, publicado na Revista Brasil Rotário em setembro de 2006

 

Por: Oswaldo Segamarchi Filho

Comissão de Imagem Pública RCM 2015-2016


Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Slideshow

Lema Rotário 2015-2016

Lema Rotário 2015-2016

→ Reuniões Semanais

Terças-feiras ás 20:00h

Local: Sede Rotary Club de Marília
Endereço: Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 3255

Contador de Visitas